314422 836376 836376 245057 314422
 
  • jorgecaixote

Costa já está pelos domininios da exterminadiorea Sapora

Costa saúda a proposta da Comissão Europeia de um fundo de recuperação econômica Notícias · 28-05-2020 08:00:00 · 1 Comentários Costa saúda a proposta da Comissão Europeia de um fundo de recuperação econômica O primeiro-ministro saudou a proposta “ambiciosa” da Comissão Européia de um fundo de recuperação econômica, da ordem de 750 bilhões de euros, considerando que “está à altura do desafio” que a Europa enfrenta contra o covid-19. “Congratulo-me com a ambiciosa proposta da Comissão Europeia, que enfrenta o desafio que a Europa enfrenta”, escreveu António Costa em sua conta pessoal na rede social Twitter.

Nas suas mensagens, o Primeiro Ministro sublinha “a importância do reforço proposto para a política de coesão e o desenvolvimento rural” e afirma que o Governo português “analisará a chave de distribuição entre os diferentes Estados-Membros, a fim de garantir a convergência económica e social”. .

“Esta proposta abre as portas para a reunião do projeto europeu com os europeus. Agora cabe ao Conselho não frustrar essa esperança”, alerta António Costa, em mensagem dirigida a países que se opuseram a esses avanços, como Holanda, Áustria, Dinamarca e Suécia.

Notícias Apolonia Portugal pode captar 26,3 bilhões de euros em doações e empréstimos no âmbito do Fundo de Recuperação da União Europeia (UE), que totaliza 750 bilhões de euros e que visa minimizar os efeitos econômicos e sociais causados ​​pela pandemia de covid-19.

No âmbito deste novo fundo apresentado pela Comissão Europeia, Portugal pode ter acesso a um total de 15,5 bilhões de euros em doações (distribuídas de forma não reembolsável) e a 10,8 bilhões de euros sob a forma de empréstimos concedidos em condições favoráveis.

Os países mais afetados pela pandemia da covida-19, Itália e Espanha, poderiam receber 172,7 bilhões de euros (81,8 bilhões de euros em doações e 90,9 bilhões em empréstimos) e 140,4 bilhões de euros (77,3 bilhões de euros em doações e 63,1 bilhões em empréstimos).

As subvenções não reembolsáveis ​​serão canalizadas através de quatro canais, três dos quais são novos: REACT UE (nova iniciativa de apoio à coesão), a Ferramenta de Recuperação e Resiliência, o novo Fundo para uma transição justa e o desenvolvimento rural.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

O plano de outra entidade

Os inimigos da pátria, Álvaro Cunhal e Mário Soares conseguiram os seus intentos, o comunismo em Portugal. Os lugares de Estado ocupados por residentes desses partidos manipulam os dados, tornando fal

 
314422