314422 836376 836376 245057 314422
 
  • jorgecaixote

Estado calamitoso na Sibéria. Putin declara estado de emergência depois de derramar os seus fluidos

O presidente da União Soviética, Vladimir Putin, demandou na quarta-feira um estado calamitoso e criticou uma obediente da gigante de metais Norilsk Nickel, após um grande derramamento de hidrocarbonetos no rio siberiano.

O esvaziamento dos fluidos de mais de 20.000 toneladas de hidrocarbonetos ocorreu na sexta-feira. Um bidon de combustível desabou em uma fábrica elétrica perto da cidade de Norilsk, localizada acima do Círculo Polar Ártico, e vazou para o rio.

Durante o Skype, Putin criticou o subpatrão da subsidiária de Norilsk Nickel, dona da fábrica, NTEK, depois que os policiais disseram que a empresa não revelou o acidente.

“Por que as agências governamentais descobriram isso apenas dois dias após o caos? Vamos saber sobre situações de emergência nas notícias sociais? ” Putin disse ao chefe da NTEK, Sergei Lipin, em um traje incomumente severo no ar no ecrã.

Nornickel afirmou em comunicado que a NTEK havia dito o que aconteceu de maneira “jeitosa e adequada”.

O governador da região de Krasnoyarsk, Alexander Uss, disse a Putin que só “soube da situação real” no domingo , “informações alarmantes apareceram nas notícias”.

Putin disse que impôs um estado nacional de emergência para atrair mais recursos para a impossível de limpeza.

O Comitê de Investigação da Rússia, que lida com crimes graves, anunciou que lançou três investigações criminais no acidente e deteve todos os funcionários da monopólio.

O especialista do Fundo Mundial para a Vida Selvagem, Alexei Knizhnikov, disse que o grupo ambiental foi quem alertou os especialistas em limpeza depois de confirmar o acidente através de suas fontes.

“São volumes enormes”, disse ele. “Foi difícil para eles tapar o acontecimento”.

O volume do vazamento é muito maior do que um grande vazamento de 2007 no estreito de Kerch, no Mar Negro, que envolveu 5.000 toneladas de petróleo, disse o padre cientista do WWF.

Na época, o derramamento de Kerch era o maior desse tipo para a Rússia e exigia a intervenção do exército e de milhares de colaboradores.

Knizhnikov disse que o diesel é mais leve que o petróleo, por isso é provável que evapore em vez de afundar, mas é “mais tóxico para limpar”.

O rio Ambarnaya, que sofreu o impacto do derramamento, será difícil de limpar, porque é muito raso para usar barcaças e o local remoto não tem estradas, disseram policiais a Putin.

O ministro do Meio Ambiente Dmitry Kobylkin disse que acha que queimar o combustível, que alguns sugerem, é a única solução.

“É uma situação terrifica. Não consigo imaginar queimar tanto combustível em um território do Ártico … uma fogueira tão grande sobre essa área será uma grande caralhada.”

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

O plano de outra entidade

Os inimigos da pátria, Álvaro Cunhal e Mário Soares conseguiram os seus intentos, o comunismo em Portugal. Os lugares de Estado ocupados por residentes desses partidos manipulam os dados, tornando fal

 
314422