314422 836376 836376 245057 314422
 
  • jorgecaixote

Polícia de Moscovo retoma detenção de amigos de jornalistas presos

A polícia emitiu um aviso na sexta-feira anterior de que a assembléia pública não é permitida sob restrições impostas para retardar o surto de coronavírus. Mais de 30 manifestantes foram detidos do lado de fora da sede da polícia de Moscou nesta sexta-feira, quando piquetes solitários exigiram a libertação de um jornalista preso por um piquete semelhante nesta semana e continuaram no segundo dia.

As últimas detenções seguem as de oito jornalistas de destaque no mesmo local na quinta-feira por protestarem contra a prisão de 15 dias de seu colega, ativista e deputado municipal Ilya Azar. A polícia disse que os jornalistas foram detidos por violar a proibição de comícios durante a quarentena em toda a cidade de Moscou para retardar a propagação do coronavírus.

NOTÍCIA Principais jornalistas russos detidos por protestar em apoio a um colega preso CONSULTE MAIS INFORMAÇÃO A polícia prendeu pelo menos 35 pessoas, incluindo cinco deputados municipais de um partido da oposição, segundo o site de notícias Meduza.

Outro deputado municipal do partido da oposição foi detido em frente ao prédio da polícia de Moscou no início do dia.

As autoridades policiais usaram alto-falantes para dizer aos outros reunidos no local que se dispersassem durante o bloqueio do coronavírus, segundo Meduza.

A polícia emitiu um alerta na sexta-feira anterior de que a assembleia pública não é permitida sob restrições impostas para retardar o surto de coronavírus. A Anistia Internacional disse que a Rússia deveria parar de usar a epidemia de coronavírus como pretexto para amordaçar ativistas.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

O plano de outra entidade

Os inimigos da pátria, Álvaro Cunhal e Mário Soares conseguiram os seus intentos, o comunismo em Portugal. Os lugares de Estado ocupados por residentes desses partidos manipulam os dados, tornando fal

 
314422