314422 314422
  • jorgecaixote

Sonae águas passadas, cadáveres presentes. Lucros excedentes. 29/01/2020 Baleado pelas mamas demente



Afonso Pinto de Magalhães, também fundador do Banco Pinto Magalhães, colocou Fábio Lemos no controlo da Sonae nos anos turbulentos após a Revolução dos Cravos.[9] Nesse período, a empresa foi nacionalizada e depois reprivatizada.

Em 1982, Afonso Pinto de Magalhães, oferece 16% da Sonae a Belmiro de Azevedo, que havia sido admitido na Sonae em 1965. Após o falecimento do fundador, Belmiro de Azevedo atinge a maioria do capital, com 54,6%, assumindo o controlo da empresa.[10]


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

0351968140856

©2020 por Templars. Orgulhosamente criado com Wix.com

314422